Blog Dedetização
Os riscos dos métodos improvisados de controle das pragas
4 de setembro de 2017
0

Estudos realizados pela Organização Mundial de Saúde sugerem que o número de ocorrências de infestações de pragas está em plena ascensão nas áreas urbanas. Existem vários invasores que representam uma grande ameaça ao seu negócio. As pragas mais comuns são os roedores (ratazanas, ratos e camundongos), baratas, insetos que atacam produtos armazenados (traças, gorgulhos, besouros, entre outros), moscas e percevejos. Alguns ramos industriais têm um risco maior de sofrer infestações de pragas – e, como consequência, se expor a problemas com o público e até mesmo com a justiça. As indústrias mais afetadas incluem serviços alimentícios e de hospitalidade.

Os problemas causados pelas pragas podem gerar gastos exorbitantes, muito além do que a gestão planeja dispor para a manutenção da empresa, além de, algumas vezes, ocasionarem impactos operacionais. As pragas ainda podem causar prejuízos morais e físicos, além de afetarem negativamente a saúde dos funcionários. Algumas delas podem até danificar equipamentos ou sistemas elétricos, que também demandam reparos caros.

A infestação de pragas afeta não apenas a parte interna da empresa, mas também sua reputação. Além disso, elas podem criar problemas com a vigilância sanitária e demais agências reguladoras. Os órgãos de vigilância prezam por locais de trabalho que se mantenham sempre limpos e livres de insetos, roedores e outros animais indesejados. Serviços de controle de pragas regulares realizados por profissionais podem ajudar a prevenir as tão temidas infestações.

Os métodos caseiros e improvisados de controle de pragas, os famosos DIY (do it yourself, ou “faça você mesmo”), muitas vezes, podem ser muito atraentes para proprietários de pequenas empresas, já que são aparentemente acessíveis. No entanto, o resultado é o equivalente ao que o empresário paga, ou seja, na maioria das vezes esses métodos são ineficientes. Dependendo do tipo da indústria, uma infestação não tratada, ou que receba um tratamento ineficaz, pode expor a empresa a multas, processos de indenização e danos irreparáveis à reputação.
Uma maneira comprovada para reduzir o risco de uma infestação é através do Manejo Integrado de Pragas (MIP). O MIP se trata de um processo de avaliação dos problemas com as pragas em uma dada situação a fim de selecionar o melhor plano de ação. Como o MIP configura uma solução de longo prazo para esse tipo de problema, seus métodos costumam reduzir as queixas relacionadas às pestes de 78% a 90%.

Implementar e manter um programa de MIP em sua empresa pode reduzir o custo global dos serviços em até 30%. Os profissionais especializados nesse serviço têm o equipamento e o conhecimento necessários para aplicar o método da maneira mais adequada e manter sua empresa sempre longe da ameaça das pragas, sendo, portanto, um investimento duradouro, e não apenas momentâneo. O importante é nunca deixar que o ataque de pragas saia do controle, principalmente em sua empresa. Prefira sempre os métodos adequados e especializados para tratar um problema que pode acarretar tantas consequências negativas, como é o caso das infestações de pragas.

A Dedetização deve ser feita por profissionais que conhecem a sua região e sabem como realizar um serviço limpo, com segurança e garantia dos serviços prestados. Confira agora mesmo os preços e serviços do que você precisa!

Deixe uma resposta